Você sabe o que é marketing? Sabe mesmo?

Postado Por Equipe EeC em 2 maio 2017


Para começo de história já chega meio metido: em inglês e sem tradução. Ninguém sabe explicar exatamente o que é em poucas palavras… e no final de conversa ficou quase como sinônimo de publicidade. E não! O marketing não é publicidade, caros amigos.

Descubra o que é marketing

Marketing NÃO é apenas vender

Vamos por partes: se formos “traduzir” essa palavrinha mágica talvez teríamos o ridículo termo “mercadando” ou quem sabe “mercadologicadando” ou ainda o mais aceitável “mercadologia”. É. Realmente não dá para traduzir.  Deixa marketing mesmo. Está ótimo. Já estamos até acostumados.

Mas afinal o que é o tal do marketing?

Sabe quando você vai produzir ou comprar novos produtos para sua loja?

O que comprar? Em que quantidade? Que preço cobrar? Onde vender? Como mostrar que tem aquele produto ali para as pessoas que poderiam se interessar? Qual é a melhor embalagem para aquele produto? Como trazer o melhor produto com menor custo?

E mesmo que você venda serviços: a escolha do shampoo que será usado em um salão faz parte do marketing já que pode impactar no custo da operação e na satisfação do cliente, por exemplo.

Isso tudo, simplificadamente, é marketing. Ou seja:

  1. identificar o que  as pessoas querem ou precisam  (no presente ou no futuro)
  2. Conseguir meios para que os desejos e necessidades das pessoas sejam atendidos trazendo benefício tanto para quem compra quanto para quem vende.

Encontrar o alvo para cada seta

 

Então, pensando bem, buscar morangos às 4 da manhã lá no Ceasa da sua cidade para ter tortas mais fresquinhas faz parte do marketing de uma confeitaria já que está criando meios de melhorar o produto e atender melhor os clientes, certo?

Ou mudar o fornecedor de camisetas de malha para um com preço menor, se preço mais baixo for uma necessidade de sua clientela, também faz parte do marketing.

Ahhhhh… mas então esse negócio de marketing não tem nada de moderninho!

Não, não tem.

Vejamos: no século XV alguns certos mercadores europeus buscavam um caminho mais rápido para as Índias, para diminuir os custos de transporte e consequentemente do produto. E esse incremento de logística não poderíamos creditar como marketing?

Na década de 1960, Jerome McCarthy desenvolveu o que chamamos de marketing mix ou os 4 P´s do marketing:

Produto – o que será vendido

Preço – valor de venda e tudo que envolve custos

Praça – onde e toda a logística do produto

Promoção – que é como o produto é divulgado, como se conceitua no mercado

Esse mix é só uma forma didática de apresentar os pontos principais do marketing e vem recebendo variações nos últimos anos.

O importante é saber que fazer o marketing de sua empresa é muito mais global e complexo do que você imaginava e, em contrapartida, traz muitos benefícios se bem pensado e executado.

Fazer uma empresa funcionar “heroicamente”, sem planejamento, sem marketing, sem estratégias é impensável nos dias de hoje. Busque ajuda, estude e faça tudo bem pensado desde o começo e será recompensado com sucesso!

São muitos os itens que fazem um marketing perfeito

Tudo deve ser pensado e calculado na ponta do lápis. Antes dos eventuais problemas e dificuldades de operação.

O planejamento pode e deve ser simples, adequado para sua realidade. É colocar no papel cada momento do marketing de sua empresa – produtos que serão vendidos, material de insumo, fornecedores, transporte, equipe do tamanho correto com funções muito clara para cada membro – todos os aspectos que impactam no produto, nos custos, na clientela e na divulgação.

Se você acha que não tem tempo para isso, acredite: os custos de não ter esse momento de reflexão para sua empresa é muito maior – em tempo, dinheiro e reputação.

Do que você precisa saber? Avise que vamos buscar para você.